sábado, 24 de março de 2012

Morando com o inimigo

Ah, o que o amor não faz?! Você sente tanta saudade da pessoa amada que, para ficarem sempre juntos, até aquela casinha pequena e mofada no quintal da sogra se transforma no mais lindo castelo. (rsrs)
Ai então o amor é tanto que vocês decidem se casar e morar temporariamente ali. Só até comprarem um apartamento ou uma casa.
Nos primeiros dias é tudo uma maravilha! Vê seu marido todos os dias, cozinha para ele, arruma a casa para ele, etc. Tudo por amor!
Mas em algum momento você nota que a Naja veio se arrastando aos poucos para o interior da sua casa, ai começa a querer participar das brigas, das decisões, do jeito como você arruma a casa ou cozinha.
Pronto: O Céu virou inferno.
Agora a vida não é mais a dois e sim a três e em todos os momentos sua querida sogra irá se sentir no direito de dar sua tão bem-vinda e util opinião sobre absolutamente TUDO!
Não adianta trancar a porta, fingir que morreu dentro de casa, sair para evitar o encosto. Ela sempre irá encontram uma forma de se esqueirar para dentro de sua casa e palpitar.
É muito fácil entrar no covil, o problema é sair dele.rsrs
Morar junto com a sogra é uma péssima idéia, pois elas costumam achar que aquela casinha nos fundos do quintal é uma extensão da casa delas e por isso podem entrar e sair quando bem entender.

A maioria das noras que não conseguem mais dominar a intromissao da sogra são aquelas que já viveram (ou vivem) no mesmo quintal que a Naja.
CUIDADO!! rsrs

2 comentários:

Anônimo disse...

é verdade... meu problema é bem este... a interferencia e a falta de respeito estão arruinando meu casamento

Anônimo disse...

O meu a naja não arruinou, não! Botei pra correr. Agora, sou feliz.Ah!Eu posso sim dizer o meu nome, Elzi, porque estou livreeeeeeeeeeee.

Postar um comentário

Template by:

Free Blog Templates