segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Porque a Naja sempre precisa de "açucar"?

Note: Nos momentos mais inapropriados a querida sogra, que odeia cozinhar ou cozinha muito mal, resolve fazer aquele bolo!
E, quando você e seu marido estão colocando a conversa em dia, vendo um filme no sofá, ou fazendo algo interessante, ou PRINCIPALMENTE discutindo, eis que a sogra vai precisar de açucar!
Não é só esse ingrediente que pode faltar não!
Tem o café, o macarrão, o açucar, o sal, etc. Uma mercearia inteira de desculpas para que a Naja possa interferir nos assuntos do casal.
Então, se sua sogra chegar em um desses momentos pedindo açucar, dê logo um vale compras pra ela, assim ela vai embora e deixa vocês resolverem seus problemas. rsrs (Vai sonhando!)

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

O banho da Morte

Numa fria manhã, o descuidado do meu marido saiu para trabalhar e deixou a porta destrancada. Eu estava indo para o banho, pois iria sair em breve.
Arrumei minhas roupas sobre a cama e fui ao banheiro. Liguei o chuveiro e começei a tomar banho.
Não ouvi ruido nenhum, nem mesmo o barulho que o portão sempre fazia ao ser aberto. Passei shampo nos cabelos e começei a ensaboá-los.
Quase tive um treco quando ouvi a porta sanfonada do banheiro abrir com um estrondo. Molhei os olhos, mas não consegui remover toda a espuma do rosto. Olhei para a porta, com a visão meio embaçada. Vi um vulto. Meus olhos começaram a arder com a espuma, peguei a toalha e esfreguei o rosto.
Antes que eu pudesse ver quem era, ouvi:
- Ah, tá tomando banho?
Senti vontade de dizer: Não, to passando lama no corpo!!!

Mas a tonta (eu rsrs) respondi:
-Sim, estou.
- Você pode me emprestar um pouco de açucar. (Meu Deus, precisa invadir a casa de alguem, mais especificamente o banheiro, pra pedir açucar??? Era uma emergencia culinaria!)
- Sim, só espera eu terminar aqui que eu levo pra senhora.
A porta foi fechada e dentro de mim o sangue fervia. Terminei meu banho e peguei uma toalha. Me enrolei e fui para meu quarto me trocar, fervendo de raiva.
Quando cheguei na porta, parecia que ia explodir, ou pelo menos iria enfartar!
A naja estava sentada na beira da cama me esperando.
Fiquei tão sem graça que abri a boca mas não saiu nenhum som. Caminhei desajeitadamente até o outro lado da cama e fiquei imóvel, olhando a Naja com uma trementa vontade de arrancar o cabelo dela.
A mulher não se tocava, ficou sentadona lá na cama e batendo o maior papo com vaisaberláquem, porque eu não estava ouvindo uma palavra.
Finalmente consegui falar e olhei bem para a Naja:
- Eu já levo o açucar. - As palavras soaram duras e estranhas para mim.
- Onde está? Eu pego. É que estou atrasada.
Praticamente tomei a odiosa xicara da mão dela e coloquei o açucar. A naja sorriu e saiu da minha casa.
Passei o dia feito um zumbi, pensando na cena grotesca de ver a cara daquela mulher na porta do banheiro enquanto eu tomava banho.
Quando o bananarido chegou, contei para ele, mas... (rsrs)
Essa não foi a última vez que a Naja invadiu minha casa!
Sim, minha vida era realmente um filme de terror!!!

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Caso Cabuloso!

Já ouvi de tudo, mas essa que uma amiga me contou me deixou chocada!
Sei que existe todo tipo de sogra nesse mundo, mas uma sogra como essa é novidade para mim.
Essa amiga me contou que certa vez arrumou a casa, fez aquela faxina mesmo e juntou muito lixo.
Quando terminou, colocou a sujeira em sacos e levou até a rua. Em meio a essa 'sujeira' ela havia jogado um pano que havia mofado e a mancha não saia.
No dia seguinte, o banana (marido) foi convocado ao quartel da cobra. Logo, ela também foi convocada. Quando chegou lá, a Naja estava praticamente esfregando o pano na cara do filho, dizendo que a nora jogava coisas boas no lixo, que tinha preguiça de lavar. A Naja havia lavado o pano (que ainda estava mofado rsrs) e estava toda inflamada mostrando a prova do crime.
Depois as sogras reclamam que nós, as noras, reclamamos muito!
Como ela encontrou o pano??? Só há uma explicação:

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Assombração espreitando na janela

Certa tarde, estava deitada no sofá de minha casa lendo após terminar as obrigações do dia. Meu marido ainda não havia chegado e meu cachorro estava deitado no sofá da sala. Tudo na maior tranquilidade.
De repente, o cachorro que estava quieto começou a rosnar baixinho. Senti um arrepio na espinha. O cachorro caminhou abaixado até a porta da sala e ficou encarando a janela da cozinha.
Meu coração pulava no peito. Coloquei o livro sobre a mesa de centro e fui até a janela da sala. Afastei um pouco a cortina e olhei para o quintal, em direção a janela da cozinha.
Quase cai naquela hora. Vi um ser meio encurvado, segurando os cabelos mal pintados, espreitando pela janela da minha casa. Continuei quieta, só observando.
O Ser foi até a porta e tentou girar a maçaneta. A porta estava trancada (eu havia aprendido pelo menos uma liçao rsrs). O ser frustrado fungou, olhou mais uma vez pela janela da cozinha e desceu as escadas de volta ao seu submundo. Qual não foi minha surpresa (desagradável) ao notar que o ser que espreitou minha janela era minha adorada sogra!
Quando meu marido chegou, contei a ele essa história de terror. Sabe como é... ele não disse nada.
Depois desse acontecido, notei que toda vez que estava dormindo pela manhã, um rosto redondo com olhos arregalados me espreitava pela janela do quarto. Por coincidência, depois de uns minutos, os chinelos começavam a se arrastar no quintal, as vassouras começavam a bater na parede e minha sogra dava uma de louca, conversando ALTO com ela mesma no quintal. As vezes a maçaneta da minha casa girava, as vezes o meu portão se abria... Quando ela já não aguentava mais, batia na janela e perguntava: Está doente? Deitada até agora!

Porque a Naja precisa "Cheirar" coisas?

Essa é uma pergunta que faço a anos: Porque a naja precisa cheirar???
Você não deve estar entendendo nada (rsrs), mas agora vai entender: Quem das noras sofredoras nunca pegou a naja cheirando suas roupas no varal? Ou pior ainda, Abrindo suas panelas e cheirando?
O que será que o olfato diz a naja quando ela cheira algo nosso?
Já tive o imenso desprazer de ser uma ingenua recém-casada e pegar a naja cheirando as roupas que eu havia acabado de colocar no varal para secar. Também já vi o 'encosto' abrindo minhas panelas para enfiar aquela napa e cheirar o que eu havia cozinhado!
Fico imaginando: O que será que ela pensou que encontraria na panela? rsrs

Template by:

Free Blog Templates